quinta-feira, 12 de Março de 2009

Saúde e Higiene Oral Infantil

Saude e Higiene Oral Infantil

A saúde da boca é fundamental para que se consiga o adequado aproveitamento dos alimentos pelo nosso organismo.Dentes e gengivas fortes e saudáveis em conjunto com uma boa salivação, são os elementos básicos para um bom início da digestão.

Após a mastigação e a deglutição, permanecem na boca pequenos pedaços de comida que misturados com a saliva e bactérias existentes na boca, vão formar a placa bacteriana aderente aos dentes. Esta sofre transformações químicas, no sentido da acidificação. Os ácidos que se formam vão corroer o esmalte dos dentes conduzindo à cárie dentária.

Direccionada às crianças

Para transmitir informações relacionadas com a saúde e higiene oral infantil, é indispensável que a criança possua o mínimo de conhecimentos sobre a sua dentição e boca em geral.

Objectivos:

- Conhecer a boca e seus principais constituintes:

• Lábio superior;

• Lábio inferior

• Dentes;

• Língua;

• Céu-da-boca

- Distinguir os diferentes tipos de dentes e as suas funções:

• Incisivos: cortar;

• Caninos: rasgar;

• Pré-molares: triturar;

• Molares: moer.

- Distinguir dentição de leite de dentição permanente:

• Dentição de leite: os primeiros que nascem;

• Dentição permanente: os que nascem depois,e que se forem bem tratados permanecerão até ao fim da vida.

Após conhecer a boca, torna-se necessário que a criança possua conhecimentos sobre algumas das doenças que podem surgir relacionas com a dentição e como as prevenir através da higiene oral.

Objectivos:

- Conhecer alguns dos problemas que advêm da falta de higiene oral:

• Placa bacteriana;

• Gengivite;

• Cárie dentária

Para proteger da cárie dentária existem várias medidas:

- Ingestão de flúor em quantidade suficiente para as necessidades, especialmente nos primeiros tempos de vida até ao romper da dentição definitiva ( devemos aconselharmos-nos com um médico).

- Higiene dentária regular ( de manhã, após as refeições e antes de deitar) com a aplicação da técnica correcta de lavagem dos dentes.

- Evitar a ingestão de alimentos e bebidas açucaradas e preferir, no caso de o fazer, ingeri-los após uma refeição e não no intervalo entre as refeições.

- Ingestão diária de alimentos ricos em cálcio (ex: leite e derivados, vegetais de cor verde escuro, leguminosas secas, etc)

- Utilização de pasta dentífrica com flúor ( deve-se ter cuidado com a ingestão simultânea de suplementos de flúor e pedir aconselhamento médico).

- Ir ao dentista de seis em seis meses, para vigiar e tratar dos dentes.

- Conhecer os diferentes métodos de limpeza oral:

• Escovagem:

• Como a realizar;

• Ter noção de que a escova é um objecto pessoal e intransmissível;

-manter a escova limpa.

• Fio dentário:

-método de utilização do fio dental.

-Visita frequente de um higienista oral ou de um dentista

• Alimento a evitar para a promoção da higiene oral:

-Alimentos ricos em açucares: doces, rebuçados, etc.

Com estes objectivos pretendemos que a criança se encontre mais à vontade com a sua boca a fim de realizar uma higiene correcta.

Isto permite à criança compreender que uma boca saudável implica uma boa e correcta higiene oral e uma alimentação saudável.

Direccionada aos pais

Como as crianças se encontram num estádio em que ainda não são autónomas, é necessário que os pais tenham conhecimento da morfologia da boca, do seu desenvolvimento e evolução da dentição, e medidas de prevenção de problemas relacionados com a dentição.

Objectivos:

- Conhecer a morfologia da boca e dentes:

• Lábio superior;

• Lábio inferior;

• Dentes;

• Língua;

• Céu-da-boca ou palato;

• Incisivos;

• Caninos;

• Pré-molares;

• Molares.

- Conhecer as fases de desenvolvimento da dentição da criança:

• Desde a vida embrionária até a vida adulta;

• Em que idades surge a dentição de leite e dentição permanente.•

- Conhecer a pasta dentífrica, e escova de dentes mais adequada

– Conhecer os problemas ligados à falta de higiene e de que modo os prevenir:

• Placa bacteriana;

• Gengivite;

• Cárie dentária

• Escovagem:

- como a realizar;

- transmitir às crianças de que a escova é um objecto pessoal e intransmissível;

- ensinar a manter a escova limpa.

• Fio dentário:

- método de utilização do fio dental;

- visita frequente de um higienista oral ou de um dentista;

- Perceber a importância da colocação dos selantes;

- Perceber a importância de, periodicamente, bochechar o flúor dentário

Os pais precisam que lhes sejam transmitidas estratégias de promoção de higiene oral, de modo as aplicarem aos filhos, já que as bases para uma boa higiene começam em casa.

Motivar as crianças à escovagem dentária, tornando-a uma actividade de rotina.

- Lavar os próprios dentes com a criança ao nosso colo;

• Quando estivermos a realizar a nossa higiene oral perguntar à criança se quer ajudar na escovagem;

• Enquanto a criança não desenvolver a habilidade motora necessária para a realização da higiene oral individualmente, a tarefa deve ser executada pelos pais, tornando a escovagem uma actividade divertida;

• Transmitir às crianças que a higiene oral previne problemas.

- Transmitir às crianças com que regularidade deve ser realizada a escovagem dos dentes:

• Após: pequeno-almoço

• Almoço

• Lanche

• Jantar

Resumindo

"...está nas mãos dos pais prevenir a cárie dentária nas crianças: a experiência ensinará a sua utilidade, o hábito tornar-se-á natural e os pais sentir-se-ão enormemente recompensados, apesar de todo o trabalho"

(SANOUDOS; CHRISTEN, 1999).

Fonte: Comunidades.net

Sem comentários:

Enviar um comentário